AEDES AEGYPTI | Verão exige mais cuidados para evitar proliferação do inseto

Aedes aegypti

A combinação de calor e chuva – comum nesta época do ano – contribui para a formação do cenário ideal para a reprodução do mosquito causador da dengue, zika e chikungunya.

O ano de 2020 começou com 97 municípios catarinenses considerados infestados pelo inseto.

A melhor forma de evitá-lo é manter uma rotina semanal de limpeza que inclui:

• Evitar usar pratos nos vasos de plantas. Se usar, coloque areia até a borda;
• Guardar garrafas com o gargalo virado para baixo;
• Manter lixeiras tampadas;
• Deixar os tanques de armazenamento de água sempre vedados, sem qualquer abertura, principalmente as caixas d’água;
• Plantas como bromélias devem ser evitadas, pois acumulam água.
• Tratar a água da piscina com cloro e limpá-la uma vez por semana;
• Manter ralos fechados e desentupidos;
• Lavar com escova os potes de comida e de água dos animais, no mínimo uma vez por semana;
• Retirar a água acumulada em lajes;
• Limpar as calhas, evitando que galhos ou outros objetos não permitam o escoamento adequado da água;
• Dar descarga, no mínimo uma vez por semana, em vasos sanitários pouco usados e manter a tampa sempre fechada;
• Evitar o acúmulo de entulho, pois pode se tornar um criadouro do mosquito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *