Trabalhadores da Comcap entram em greve por tempo indeterminado em Florianópolis

comcapmin

Os trabalhadores da Autarquia de Melhoramentos da Capital (Comcap) entraram em greve por tempo indeterminado na manhã desta terça-feira (26). A categoria reivindica melhores condições de trabalho e o andamento do concurso público que está na Câmara de Vereadores desde o final do ano passado.

Por nota, a prefeitura disse que ficou “surpresa” com a greve porque tem dado “suporte e recursos” para a autarquia melhorar os serviços e fazer os investimentos pedidos pela categoria. Chamou ainda o movimento de “ilegal” e orientou que nesta terça os resíduos sejam mantidos nos depósitos temporários, dentro dos domicílios.

Segundo o sindicato que representa os trabalhadores, Sintrasem, a falta de equipamentos é recorrente e coloca em risco os trabalhadores. Disse ainda que colaboradores do Centro de Vazamento de Resíduos Sólidos chegam a pegar vassouras do lixo para realizarem o trabalho, em um local que ameaça desabar a qualquer momento.

O Sintrasem afirmou ainda que até o momento não há nenhum tipo de planejamento para a escala de carnaval, período de aumento no movimento e na produção de lixo na cidade.

O processo de compra de veículos também parou após a única empresa interessada desistir do edital. O sindicato falou também que a prefeitura estuda montar uma comissão para rever esse procedimento.

A próxima assembleia dos funcionários da Comcap está marcada para esta quarta-feira (27), às 7h.

Outro lado

Ainda na nota, a prefeitura disse que a greve é “despropositada’ e que “usa a Comcap para tentar reforçar movimento contra a reforma da previdência nacional”, não tendo nada a ver com a administração municipal.

O município informou que está em contato com empresas privadas para iniciar nos próximos dias a limpeza da cidade e que o dinheiro investido nessa operação será descontado do sindicato, “promotor de mais uma greve ilegal e desrespeitosa com a cidade”.

Fonte: G1/SC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *