Transporte público de Florianópolis tem aumento previsto de 4,76% na tarifa em 2019

busaooo

A tarifa do transporte público de Florianópolis deve subir 4,76% a partir do 1º de janeiro de 2019, informou a prefeitura da cidade na manhã desta quinta-feira (27). Apesar da estimativa, uma reunião do Conselho Municipal de Mobilidade Urbana (Conmurb) será feita nesta sexta-feira (28) para discutir o reajuste que está previsto com preço final (pagamento em dinheiro) para R$ 4,40.

“O índice de reajuste é uma previsão contratual. A cadabusaooo 12 meses precisamos fazer a revisão. Os principais indicadores foram a despesa com o pessoal, óleo diesel, carroceria e principalmente o IGP-DI (Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna). É feita uma cesta de índices e feito o cálculo da tarifa”, explica o secretário de Mobilidade da capital, Maurício Roberto da Silva.

Para a tarifa entrar em vigor, o conselho, que é um órgão consultivo da Secretaria Municipal de Transportes e Mobilidade Urbana, precisa aprovar o cálculo. Fazem parte representantes do sindicatos das empresas de transporte coletivo, táxi, escolar, turismo, fretamentos, transporte lacustre, bem como da Câmara de Vereadores, dos ciclistas, de entidades comunitárias e do Instituto de Planejamento Urbano de Florianópolis (Ipuf).

A concessionária responsável pelo transporte da capital, o Consórcio Fenix, diz que não integra o conselho e não decide valores, apenas repassa mensalmente os gastos à prefeitura, que fica responsável pelo cálculo das despesas.

Segundo o secretário, a previsão a reajuste atual está abaixo do que aconteceu no ano passado. Em 2017, o reajuste-base da tarifa do transporte coletivo municipal foi de 7,39%. Entretanto, o valor previsto de 2019 está acima do valor atual da inflação, que é de 4,05%.

Confira a previsão de valores

  • Pagamento em dinheiro em linhas comuns: de R$ 4,20 para R$ 4,40
  • Pagamento em cartão em linhas comuns: de 3,99 para R$ 4,18
  • Executivo linhas longas: de R$ 9 para R$ 9,45
  • Executivo linhas curtas: de R$ 7 para R$ 7,25

Fonte: G1/SC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *